Paulo Rabello de Castro diz que utilizando os recursos existentes é possível gastar R$1,4 trilhão e, com isso, minimizar a queda do PIB em 2020, que se situaria em menos 2,3%.